Os melhores aplicativos de streaming

Crítica Trocados| Jennifer Garner em uma comédia típica

A Netflix deu início à temporada de filmes de Natal com uma nova comédia. Lançado no dia 30 de novembro, é um filme divertido, mas muito típico, chamado Crítica Trocados. É estrelado por Jennifer Garner e Ed Helms e é sobre uma família que ama, mas discorda muito.

Na história, Garner é Jess Walker, uma mãe de três filhos que está indo bem no trabalho e pode se tornar chefe de seu escritório de arquitetura. Helms interpreta Bill, o pai que adora música e tenta ajudar seu filho, Wyatt, a relaxar dos estudos intensos para a faculdade. Depois, há CC, a filha mais velha que sonha ser estrela do futebol, além de um bebê e um cachorro chamado Pickles.

A família muitas vezes discute e se sente incompreendida. Jess acha que ninguém aprecia seu trabalho e CC acredita que sua mãe não realiza seu sonho de jogar futebol. Durante uma visita a um observatório, eles conhecem uma senhora (Rita Moreno) que parece ter saído de um conto de fadas. Ela diz que eles precisam consertar o que está quebrado.

De repente, após um acontecimento estranho, todos acordam em corpos diferentes! CC se torna Jess, Wyatt se torna Bill e até o bebê e o cachorro trocam. É engraçado, mas não é uma ideia nova. Já vimos filmes de troca de corpos como Freaky Friday e Se Eu Fosse Você antes. Este filme, Crítica Trocados, não acrescenta muita novidade à ideia e acaba dando certo.

É chamado de filme de Natal, mas não parece muito natalino. Tem árvores de Natal, roupas vermelhas e verdes e neve, mas falta a magia do Natal e pode acontecer em qualquer época do ano.

Além disso, o filme começa dizendo que é um Natal quente, mas todos estão vestindo jaquetas e suéteres quentes. Isso é um pouco estranho!

Divertido, mas típico

Apesar desses problemas, Crítica Trocados ainda é divertido. Jennifer Garner é ótima, especialmente em cenas de futebol onde interpreta CC e Jess. Emma Myers, que interpreta CC, também se destaca. Ela se saiu bem em outro programa da Netflix e prova que aqui é mais do que apenas um rostinho bonito.

O filme tenta ser engraçado com o bebê e o cachorro trocando de corpo, mas os efeitos especiais não são bons.

No final das contas, Crítica Trocados é um filme decente para uma exibição descontraída. É agradável, mas não oferece nada de novo. É uma boa adição à coleção da Netflix, mas não se destaca, semelhante a outros filmes de troca de corpos, como aquele com Tony Ramos e Glória Pires.